Por que é tão difícil seguir uma dieta?

Em algumas épocas do ano, quase todo mundo começa uma dieta ou escreve a palavra alface na testa. O problema é que estes bons hábitos são seguidos apenas em janeiro e não duram por mais tempo.

Geralmente, as pessoas usam as mesmas desculpas para justificar os pecados alimentares e sair das dietas restritas. Hoje, vamos mostrar as sete desculpas mais usadas para não fazer ou abandonar a dieta antes do tempo:

Não tenho força de vontade: é uma das frases mais escutadas daqueles que sequer tentaram começar um programa de emagrecimento adequado. Esta postura derrotista é fruto do medo de mudanças, de sair da zona de conforto onde a pessoa já está há muito tempo.

Meu metabolismo é lento: também é outra maneira de adiar o início da dieta. Se pensarmos bem, será que realmente sabemos como o metabolismo funciona?

Não tenho tempo de preparar refeições saudáveis: não é necessário dispor de muitas horas livres para cozinhar; tudo é questão de organização. É possível preparar alguns pratos em maior quantidade e congelar pequenas porções. Outra opção é cozinhar refeições mais elaboradas no fim de semana e escolher receitas rápidas e fáceis durante a semana.

Como fora de casa, por isso não tenho como fazer dieta: por acaso não existem saladas, verduras, carnes, peixes grelhados e frutas naturais nos cardápios dos restaurantes ou nos buffets a quilo? Comer de maneira saudável fora de casa é possível sim.

Belisco durante o dia e me sinto alimentado: pular as refeições principais é um grande erro. Muitas pessoas acreditam que podem emagrecer se comerem menos, mas não é verdade. Isto faz com que o metabolismo armazene e aproveite tudo o que é ingerido; assim, o organismo não recebe todos os nutrientes necessários.

Faço dieta durante cinco dias e perco o peso que quero: não basta cuidar da dieta por apenas alguns dias. O importante é aprender a comer e mudar os hábitos com a intenção de mantê-los com o tempo e transformá-los em um novo padrão alimentar. O emagrecimento abrupto e rápido é muito prejudicial para o organismo. Além disso, não há a perda de gordura corporal, que é o que interessa. Pelo contrário, o corpo perde água e minerais, o que causa o temido “efeito sanfona” em muito pouco tempo.

A maneira mais adequada de emagrecer e ficar com um peso saudável envolve a adoção de uma série de hábitos, como comer de maneira correta, variada e equilibrada, praticar atividades físicas e ter paciência. Trata-se de um contrato vitalício: as mudanças devem durar para sempre. Só assim o plano poderá funcionar.

Em algumas épocas do ano, quase todo mundo começa uma dieta ou escreve a palavra alface na testa

Deixe uma consulta